quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Trilha Pedra do Conde

Nível: Leve/Média

Data: 22/11/2009 - Domingo

Hora: 09:00, na praça Afonso Vizeu (Alto da Boa Vista)

Duração: Aproximadamente 03 horas (Ida e Volta)

Condução:

Ônibus: 233, 234 e 225 Ambos passam pela Tijuca em direção a Barra e vice-versa.

Carro: Seguir a continuação da Conde do Bonfim (Edson Passos), e entrar a direita na praça do Alto da Boa Vista, ou quem vem pelo Itanhangá (Barra da Tijuca), subir a estrada das Furnas. E na praça , contorná-la e entrar no parque.

O que levar:

Sandubas, Biscoitos, frutas, aguá ou Isotônicos. Saco para o lixo. Protetor solar, repelentes e Máquinas fotográficas.

Mochila e roupas leves. Evitem calças jeans ou outras inapropriadas que impeçam movimentos mais longos. Usem bermudas, shorts, calças de lycra ou microfibra.

Preço: R$ 10,00

Confirme a sua presença por e-mail:
contato@arcanjotur.com, aqui nos comentários ou pelo Orkut

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Cachoeira dos Primatas - 14/11 - Sá b

Atendendo a pedidos... e ao calor!

Dia: 14/11
Horário: 09:00 Hs

Nível:
Percurso: Leve
Obstáculos: Leve

Ponto de Encontro: Esquina da Rua Lopes Quintas com Rua Jardim Botânico

Como chegar:

Ônibus: 409, 410, 179 e circulares da Zona Sul (512, 511, 578, 579, etc)
Metrô: Pegar o metrô de superfície em Botafogo (compre a passagem na própria bilheteria do Metrô)

O que levar:

Mochila:
Sandubas, biscoitos, aguá ou isotônicos.
Protetor solar, repelentes e máquinas fotográficas.

Roupas Leves. Evitem calças jeans ou outras inapropriadas que impeçam movimentos mais longos. Usem bermudas, shorts, calças de lycra ou microfibra.
Roupa de Banho

Preço: R$ 10,00

Confirme a sua presença por e-mail:
contato@arcanjotur.com ou aqui pelo Orkut

sábado, 7 de novembro de 2009

Ilha Grande

Passeio realizado no feriadão de finados entre os dias 31/10 a 02/11/2009

Eu precisava ir a Ilha Grande. De tanto escutar falar, e de tanto me perguntarem se já conhecia que ficou como uma espécie de "ter que ir". Afinal que espécie de Guia de Turismo eu sou que nunca foi a "Big Island".

Com a passagem comprada eu e minha namorada/parceira de trilhas Claudia acordamos às 04:00 da manhã para pegar o ônibus na rodoviária de Nova Iguaçu que saia às 05:40. Eu sabia que ele passava em Nilópolis, mas não queria arriscar. Depois eu vi que esta preocupação fora desnecessária já que ele veio pegando passageiros e vendendo passagem até Deodoro.

Chegamos a Conceição de Jacaréi por volta das 08:15 com chuva. Comemos um pastel e fomos até o Cais pegar a Escuna Andrea, que faz a travessia até a Ilha em 4 horários ao longo do dia. Mais do que por exemplo as Barcas que só fazem 02 vezes ao dia partindo de Mangaratiba e Angra. Na travessia tive o típico enjoo e só não vomitei quando gritei pelo "Raul" pois por milagre o pastel já havia sido digerido. Eu não vi nada, mas a Claudia me informou que as vezes a escuna parecia estar numa montanha russa, por fim quando passamos por uma pequena ilha na entrada da enseada de Abraão, eu comecei a melhorar pois o mar estava mais calmo. Depois desta experiência reforçamos a ideia de não fazermos passeios de escuna. Estávamos com orçamento baixo e a nossa ideia era de chegar as praias e cachoeiras por trilha.

Chegamos por volta das 10:00 e fomos direto para o camping "Raio de Sol", que fica mais afastado do "centro" da vila, porém vimos que nisso era até melhor, já que ficamos assim longe do barulho dos apitos das escunas e do burburinho da Vila. Armamos a barraca, almoçamos cedo e fomos logo para o nosso primeiro objetivo: Cachoeira da Feiticeira


A trilha para a Cachoeira se mostrou ser mais longa do que o mapa demonstrava. Tivemos que andar cerca de 5km a partir do antigo Aqueduto. No mapa não parecia e não tinha esta informação. Uma subida um pouco ingrime no início, seguida de uma descida. Por recomendação de turista que encontramos informou a não pegar o primeiro acesso a cachoeira pois estava muito ingrime (e de fato constatamos na volta) e recomendou pegarmos a segunda. Passamos pela primeira entrada de onde haviam 3 sujeitos que se fosse aqui no Rio de Janeiro eu já ia passando os meus pertences. Se tratavam na verdade de barqueiros, que como dizia a sua placa ofereciam serviço de "Taxi Boat". Pegamos a segunda que não tinha sinalização nenhuma, ingrime mas não tanto como a primeira e conseguimos chegar a cachoeira passando antes pelas setas esculpidas no chão indicando a entrada para a cachoeira. Mas valeu a pena. A cachoeira é muito bonita. Lá rola rapel. Tinha um instrutor oferecendo, mas nem perguntei o preço.

A volta foi mais rápida. O percurso de ida não chega ser maior que 02 horas e a volta fizemos em 01:30 até a Praia Preta que foi a nossa próxima parada, passando antes pelas ruínas do antigo lazarento. Ela fica ao lado da Vila do Abraão e é uma das mais frequentadas. O rio que desagua ali oferece também um bom poço para limpar da água do mar antes de ir embora.


A noite fomos passear pela vila e ver o quanto pequeno é a cidade. Mas tarde tivemos a informação que o agito lá é permanente independente da época do ano. Basta para isso que tenha Sol.


No nosso segundo dia partimos para Dois Rios. Queria conhecer o antigo presídio e de quebra conhecer a praia. Vimos micos, pequenas cachoeiras, uma gruta e uma serpente... Isso mesmo. Aparentemente uma Jararaca preta resolveu atravessar a estrada justamente no momento que eu passava. ainda bem que eu percebi. Não deu para tirar foto, pois assim como tão rápida ela surgiu e atravessou ela também sumiu.


Depois de 02:15 hs de trilha chegamos a Dois Rios. Deixamos os nossos nomes com os guardas na entrada da Vila e fomos conhecer o antigo presídio, que só sobrou os muros, pois o mesmo havia sido implodido, mas para minha surpresa a praia de Dois Rios se mostrou mais bela do que o esperado.

Saimos de Dois Rios eram 11:30 já que queriamos ir a Palmas, mas tínhamos receio de não dar tempo pois ainda iriamos almoçar. Mas assim que começamos a sair desta vila aparece um caminhão usado pela UERJ (existe um Campus lá) e nos ofereceu carona. Embarcamos nessa e levamos apenas 30 minutos para chegar no Abraão :-). Com isso almoçamos e fomos para Palmas. Levamos cerca de 01:10 para chegar lá. Ficamos cerca de 02 horas pois o sol se mandou e não dava muita a entender que iria voltar.

Voltamos para o Camping, lanchamos e esperamos a noite sair para comermos Açai na Vila e comprarmos alguns "souvenirs". Durante a madrugada voltou a chover um pouco, mas coisa leve. De manhã voltamos a Praia Preta já que planejavamos pegar a Escuna de volta das 13:00. Depois disso almoçamos, desarmamos a barraca e partimos. Desta vez não tive enjoo já que uma moça no barco de ida me ofereceu um remédio para estas situações. Pegamos ônibus comum e fizemos baldeação em Itaguaí. Com isso levamos 01 hora a mais do que seria com um ônibus rodoviário, mas economizamos cerca de R$ 16,00 em cada passagem.

Por fim achei super interessante a ilha grande e deu vontade de retornar. Para conhecer pelo menos boa parte acho que tem que se levar pelo menos uma semana. Teve vários lugares que eu queria ir mais não deu devido ao tempo curto. Quem sabe nas férias do ano que vem?

Abraço e até a próxima.

Meu album de fotos:

http://www.photoshop.com/user/arcanjo777/?trackingid=BTAGC&wf=share&galleryid=639d4c4c5c7749ddad2cd9f405c2c975

O vídeo:



11 Picos mais altos de acordo com o IBGE

http://blogdescalada.com/quais-sao-as-11-montanhas-mais-altas-do-brasil-incluindo-a-extraoficial/