quinta-feira, 15 de março de 2012

O Cumulo da insensatez Humana: Everest

   Acabei de ler o livro "No Ar Rarefeito" de Jon Krakauer. E se eu já não tinha nenhuma vontade de subir aquela montanha, pois sempre escutei das fatalidades, depois de lido este livro eu finalmente tirei qualquer sentimento de subi-la, por mais no fundo do fundo que estivesse escondido este sentimento.
   Mesmo que para 1081 pessoas que tiveram sucesso no período de 2000-2006, tenham morrido apenas (se é que se pode dizer apenas) 37 pessoas, cerca de 3,4% dos que conquistaram o Cume, o Everest pode trazer diversos outros transtornos físicos. Edemas pulmonar e cerebral, necrose, perda de membros, fraturas entre outros sendo gerados direto ou indiretamente pelo chamado mal da montanha. Dificilmente todos os membros da sua expedição irão chegar ao cume. Alguns com certeza vão ficar pelo caminho...
   Soma-se a isso a questão do dinheiro. Para se poder fazer esta empreitada tem que desembolsar entre 40 e 60 mil dólares. Há a questão do tempo. Em torno de 2 meses devido ao problema de climatização. Tem ainda neste período um longo Trekking a ser feito de vários dias até se chegar ao Acampamento-Base, pois o mesmo se localiza a 5400 metros acima do nível do mar. E já neste período já se tem a questão da climatização.
   Com tudo isso eu me pergunto: Vale realmente a pena realizar um sonho, mesmo que este venha a deixar sequelas em você, ou até mesmo acabar com a sua vida? A mente humana é realmente um grande mistério...

Fonte:


Leiam Também:

   

Novas Mochilas Osprey - Linha Exos

As mochilas mais leves da Osprey Review by Arco e Flecha.